Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Tragédia

Vírus da Juréia pode dizimar Peruíbe - Parte III

Imagem
A ARTE RUPESTRE Em uma certa expedição, realizada no ano de 1947, um grupo de cinco integrantes resolveu andar na crista da Serra dos Itatins. O local era ainda mais preservado do que é hoje. Lá em cima, a visão geral era indescritível, pois a imensidão verde fazia com que os olhos sorrissem, com os diversos tons de cores variadas. O azul do céu era tão límpido quanto uma gota de orvalho secando ao sol nascente em uma mata distante. O ar puro enchia os pulmões e revigorava a alma daqueles que estivessem ali, naquela data, pois aquele dia era especial. E muito! A riqueza mineral e a farta biodiversidade criaram o ambiente propício para que diversos microrganismos se desenvolvessem somente naquele lugar. Alguns deles tiveram êxito e são associados à pequenos vegetais endêmicos ou encrustados em rochas, embebidos por pequenos filetes de água e luz. Foi então que um dos integrantes resolveu procurar água para beber. Ao entrar em uma gruta, escondido em um dos flancos das serra

Ruínas do Abarebebê está abandonado

Imagem
O Ruínas do Abarebebê é um patrimônio histórico e turístico da cidade. Pelo menos era, pois atualmente o local está abandonado e literalmente em ruínas. Invasores abriram a grade de proteção e quebraram os cadeados que trancavam os portões. Fios elétricos foram danificados e o banheiro e a cozinha estão destruídos. Já as pinturas que embelezavam o local pelo lado de fora, ainda continuam presentes, mas estão expostas sem nenhuma segurança.  Os objetos que simbolizavam o Ruínas, como o boneco do Padre Leonardo Nunes e a caravela estão jogados no chão, sendo que o telhado possui goteiras molhando estes objetos de valor histórico. As fotos feitas pelo colaborador Reinaldo Silva mostram o descaso   do local.  Os moradores e turistas que procuram o local, se deparam com  o abandono de um local que deveria ser preservado. Além disso, o Jornal BEM-TE-VI constatou que moradores também reclamam da falta de segurança e dos muitos buracos do bairro. “Falta ilumin

Avião de Eduardo Campos cai e sete pessoas morrem em Santos

Imagem
   Eram quase 10 horas, estava editando o Jornal BEM-TE-VI quando de repente um barulho forte tremeu as janelas do apartamento. Mesmo estando há quatro quadras do local, da queda do avião, não havia como saber que uma aeronave tinha caído.     Em menos de dez minutos do barulhão, a notícia já corria pelas redes sociais. Ao saber que havia sido nas imediações da Rua Alexandre Herculano, próximo à esquina com a Rua Vahia de Abreu, no Boqueirão, peguei a mochila, a câmera fotográfica, a capa de chuva e fui até o local.    No caminho, haviam pessoas correndo com medo, em choque e gritando. Ao chegar no local, o desespero por parte dos moradores no entorno, era mais que perceptível, dava para sentir o susto que foi para quem estava tão perto da tragédia.     As ações da polícia, ambulâncias e bombeiros foram  imediatas. As ruas foram bloqueadas, faixas separavam os curiosos, para não aglomerar um número grande de pessoas no local e deixar o espaço para quem estava trabalhando par