Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Coronavírus

As tradicionais festas e o feriado de Carnaval estão cancelados em Peruíbe

Imagem
O prefeito de Peruíbe, Luíz Maurício (PSDB), divulgou o cancelamento das festas tradicionais de carnaval na cidade.  "Hoje daríamos início as comemorações de Carnaval, mas o Governo do Estado de São Paulo suspendeu os pontos facultativos que caem entre os dias 13 e 17 de fevereiro, com o objetivo de evitar aglomerações, festividades e viagens comuns nesta época do ano.  Em meio a luta contra o #CoronaVírus, devemos pensar em proteger a saúde das pessoas, deixando as celebrações para outro momento. Com a chegada das vacinas caminhamos na esperança de que vidas serão salvas e teremos um real motivo para comemorar", afirmou o prefeito em suas redes sociais. 

Setor turístico recorre a crédito para se reinventar

Imagem
Um Dia Mundial do Turismo atípico. O mercado turístico, que projetava celebrar o crescimento dos negócios em 2020, tornou-se um dos mais afetados pela pandemia do coronavírus. Em dezembro do ano passado, o Brasil estava entre os três principais destinos emergentes do mundo para 2020, segundo o relatório global Tendências de Viagens 2020 do Skyscanner, líder mundial em viagens. O país registrou 27% de crescimento nas buscas globais no comparativo com a procura registrada para 2019. São Paulo aparecia em sexto lugar na lista de destinos, tendo como foco a gastronomia local da cidade. Diante do novo cenário, o Desenvolve SP, instituição financeira do Governo do Estado, disponibilizou um mecanismo de crédito voltado especialmente ao auxílio às micro, pequenas e médias empresas ligadas direta ou indiretamente ao setor turístico. “Estudamos muito a situação. Com a interrupção das atividades, o setor turístico foi avaliado como um dos que mais seriam afetados pela pandemia, junto ao da cultur

O coronavírus e a responsabilidade dos operadores aéreos

Imagem
O mundo passa por momento complicado pelo surto epidêmico causado pelo coronavírus. Em decorrência disso, muitas pessoas suspenderam planos de viagem até que a situação melhore, o que gera enorme impacto para a indústria do transporte aéreo. O risco de contaminação em viagens aéreas não é desprezível e deve ser objeto de preocupação por parte dos operadores aéreos (aeroportos, empresas de limpeza, fornecedores de catering, companhias aéreas etc.). Tal situação gera grandes questionamentos acerca da responsabilidade jurídica de tais empresas. No âmbito da Organização Mundial da Saúde (OMS), foi editado o "Regulamento Sanitário Internacional" (RSI), que, por ter caráter de norma de Direito Internacional Público, deve ser observado por todos os países que não explicitamente optaram por não se vincular ao referido diploma. De acordo com o seu texto, cada país deverá ter um chamado "ponto focal nacional" que será o órgão responsável pela implementação das medidas s

Compliance em tempos de Pandemia

Imagem
Tenho escrito artigos com respeito à importância do estabelecimento de sistemas de compliance nas mais diversas entidades. Agora, em tempos de pandemia e consequente afrouxamento nas regras licitatórias, com o propósito maior de agilizar gastos públicos para atender às mais diversas necessidades de compras emergenciais, volto ao assunto, dada sua relevância nesse processo. Há pouco tempo, a visão e expectativa da importância da implementação de boas práticas de compliance estavam mais restritas às organizações participantes do mercado de capitais como captadoras de recursos de investidores para o desenvolvimento de seus negócios. Com o passar do tempo, percebeu-se que uma sociedade necessita que, além das empresas de capital aberto, os demais participantes do mercado trabalhem com o ideal de estar aderentes às boas práticas de conduta ética e de cumprimento de normas e regulamentos. Isso tem de valer, também, para empresas de capital fechado, entidades associativas, sindicatos, ór

5 piores erros cometidos pelas empresas durante a pandemia do novo coronavírus

Imagem
Permanecer e se consolidar no mercado é uma tarefa diária e com inúmeros desafios e, em 2020, os empreendedores passam por mais um novo obstáculo: o da pandemia do novo coronavírus. Inúmeros negócios tiveram que se reinventar e tanto os gestores como líderes desses locais, também foram conduzidos a se adaptarem a esse ‘novo normal’. Para o doutor em psicologia social e CEO da Connekt, plataforma inteligente de recrutamento digital, não é toda empresa que consegue colher bons frutos nesta época. "Ainda existe muita gente patinando nessa nova realidade. Em um momento de crise como este é fundamental se remodelar. Enquanto que inúmeros negócios trouxeram inovação e novidades, outras, caíram para o esquecimento", avalia. Ainda segundo o especialista, os líderes têm um papel fundamental em meio a uma crise, eles são responsáveis tanto pelo desenvolvimento e permanência de um negócio como no cuidado com a equipe. Abaixo listamos cinco dos piores erros cometidos durante a pandemi

Coronavírus e o impacto na economia: a importância de montar uma reserva de emergência

Imagem
Muitos brasileiros não estavam preparados pela instabilidade econômica causada pelo novo coronavírus. Porém, aqueles que já estudavam sobre finanças pessoais estão tendo prejuízos menores, é o que aponta uma pesquisa realizada no mês de maio pela Mobills, startup de gestão de finanças pessoais. A pesquisa contou com 2.000 respondentes. Deste número, metade do grupo é formado por usuários da plataforma de gerenciamento financeiro e a outra metade foi formada por pessoas que ainda não utilizam a solução. Da amostra de não usuários do app 87,5% afirmaram não possuir uma reserva para situações de emergência. Enquanto, do grupo de clientes da Mobills 56% afirmaram possuir uma economia para este tipo de situação - destes, 38,9% ainda não tiveram que utilizar parte desse valor por conta da crise atual e 17,1% tiveram que recorrer ao uso de parte desse dinheiro nos últimos dois meses. Carlos Terceiro, fundador e CEO da Mobills, explica que a startup investe constantemente em educação fi

Pandemia econômica

Imagem
A essência do Plano Real foi a valorização de nossa moeda. No entanto, mesmo antes da Covid-19, a política econômica do atual governo vem permitindo sua desvalorização em nível bem superior ao das estrangeiras. A falta de bom senso na questão da preservação do Real acarretou em muito a perda de investimentos externos. Somente nos 17 primeiros meses do mandato de Jair Bolsonaro, os investidores estrangeiros foram forçados a sair do País com cerca de US$ 60 bilhões (mais de R$ 300 bilhões), indo para outras economias emergentes mais confiáveis, como o México, que tem sinalizado uma política econômica com crescimento bem maior que o nosso. Desde 2014, o Brasil vive uma verdadeira pandemia econômica, da qual nenhum ministro da área foi capaz de resgatá-lo. Esse problema tem sido tão nocivo para a vida dos brasileiros quanto a Covid-19. O novo governo, com mais de um ano, já teve tempo suficiente para apresentar resultados que correspondessem às promessas do atual titular do Ministério

Médica descreve trabalho de combate à pandemia junto a idosos infectados

Imagem
Atuando intensamente no combate ao novo coronavíros, a médica Simone Henriques vem encarando esse trabalho numa das pontas mais sensíveis da pandemia: o cuidado com os idosos. Geriatra do Residencial Club Leger, instituição para pessoas da terceira idade localizada em São Paulo, Simone também é coordenadora do ambulatório de Cuidados Paliativos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) e diretora técnica da Instituição de Longa Permanência Fundação Dr. Thomas, em Manaus. Neste último, coordena a equipe que conseguiu a cura de 47 dos 115 idosos internados. Dentre estes, uma senhora de 105 anos, dona Arminda Santos, a pessoa mais velha do Brasil a superar a Covid-19. 1) Como foi o trabalho junto à Secretaria Municipal de Saúde de Manaus? A Secretaria Municipal de Saúde de Manaus, assim como o Hospital Samel, nos ajudou muito fornecendo os equipamentos de ventilação não invasiva, as cápsulas para não haver disseminação do vírus, med

Uso da água sanitária em áreas públicas tem efeito limitado

Imagem
A sanitização de calçadas e áreas abertas ou fechadas com uso de água sanitária, apesar de garantir a efetiva higienização quando corretamente aplicado, tem efeito de pouca durabilidade, exigindo uma constante manutenção. A Associação dos Controladores de Vetores e Pragas Urbanas (Aprag) alerta para o impacto reduzido das ações em áreas públicas. - Pensando em limpeza de calçadas e áreas abertas, pode significar uma ação com grau de efetividade de pouco impacto. Já em área fechadas, principalmente em residências, há necessidade de constante manutenção, à medida que o local higienizado volte as estar exposto a possível contaminação - avisa o vice-presidente da Aprag, o biólogo Sérgio Bocalini. Apesar dessas limitações, Bocalini reafirma a importância do uso do produto na sanitização das superfícies, capaz de reduzir a carga microbiana em níveis seguros para a saúde humana. - A água sanitária é um importante produto destinado a higienização e sanitização, pois possui ação em div

Cartórios do Brasil passam a fazer divórcios e escrituras de compra e venda de imóveis por videoconferência

Imagem
Realizar divórcios, compra, vendas, doações, partilhar e inventários de bens imóveis urbanos e rurais no Brasil agora são atos que podem ser realizados por meio de videoconferência por todos os Cartórios de Notas do país. A norma, que também permite a realização de autenticações de documentos, reconhecimentos de firmas, procurações públicas, como as de fins previdenciários para recebimento de pensão do INSS, e atas notariais, vale a partir desta quarta-feira (27/05), abrange todos os imóveis e cidadãos localizados no País e não está restrita ao período da pandemia. Publicado pela Corregedoria Nacional de Justiça do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão fiscalizador dos serviços dos cartórios, o Provimento nº 100/2020 dispõe sobre a realização de atos notariais eletrônicos à distância utilizando a plataforma e-Notariado (www.e-notariado.org.br), desenvolvida e administrada pelo Colégio Notarial do Brasil - Conselho Federal (CNB/CF), criando ainda a Matrícula Notarial Eletrônica

99 firma parceria com AGEM e doa 8 mil corridas para apoiar combate à Covid-19 na região

Imagem
A 99, empresa de mobilidade urbana, anunciou nesta terça-feira, 26, mais uma iniciativa para apoiar os governos e prefeituras no combate à pandemia do novo coronavírus. A empresa disponibilizará 8 mil corridas pela plataforma para a AGEM - Agência Metropolitana da Baixada Santista - para ajudar nas ações de combate à Covid-19 nas oito cidades da região: Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande e São Vicente. A cidade de Santos foi beneficiada no fim de abril com a doação de 3 mil corridas. As regras para uso dos cupons serão definidas pelas autoridades locais e a parceria determina que as corridas não estejam associadas a atividades que coloquem em risco a saúde e segurança dos motoristas parceiros. Com esta iniciativa, a plataforma contribui ainda para a geração de renda dos condutores que seguem trabalhando. "Nesse momento delicado, em que toda a sociedade se une para lutar contra o novo coronavírus, a 99 não podia deixar de colaborar. Além de

Associações de SP e RJ criam protocolo inédito para realização de assembleias virtuais em condomínios

Imagem
A Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC) e a Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis (ABADI) do Rio de Janeiro, as principais entidades que congregam administradoras de condomínios em seus Estados, uniram-se para estabelecer, pela primeira vez no País, um protocolo único de orientação e recomendações para a realização de assembleias virtuais em condomínios. O documento foi assinado esta semana por diretores e os presidentes das respectivas entidades, José Roberto Graiche Júnior, da AABIC, e Rafael Thomé, da ABADI. A iniciativa acontece no momento em que muitos condomínios buscam testar sistemas online como alternativas tecnológicas para realizar assembleias durante o período de isolamento social. Embora o lançamento seja apropriado ao contexto atual, o protocolo foi elaborado para estabelecer padrão básico de condutas para serem seguidas por administradoras, síndicos, fornecedores de soluções e mercado em geral no atual ce

Covid-19: prefeito e primeira-dama de Peruíbe testam positivo

Imagem
O prefeito de Peruíbe, Luiz Maurício (PSDB), e a primeira-dama, Juliana Martins, testaram positivo para a Covid-19. A notícia veio através de publicação do próprio prefeito em sua rede social nesta terça-feira (12). Ambos seguem em isolamento residencial e afirmam que passam bem. "Na sexta-feira, tivemos sintomas de gripe e nos isolamos. Ontem, fizemos e agora à noite saiu o resultado. Nós estamos bem. Nossas filhas também" , disse na publicação. As informações são de que Luiz Maurício e a esposa mantiveram o isolamento desde os primeiros sintomas. Todas as atividades de trabalho que exerceram nos últimos dias seguiram os protocolos recomendados pelos médicos. Além disso, todas as pessoas que tiveram algum contato com eles estão sendo monitoradas pela equipe de saúde. "No momento, estou em condições de continuar trabalhando à distância por meio de ferramentas digitais. Contudo, caso eu piore, me afastarei e o vice prefeito André de Paula assumirá todas as funçõe

Os desafios de liderar à distância e manter os resultados de crescimento em meio à pandemia

Imagem
Uma crise sem precedentes na história recente angustia o mundo neste momento. Temos visto, em tempo real, grandes potências sendo impactadas brutalmente por um vírus perigoso que revelou, sobretudo, a fragilidade de muitas nações em combater e dirimir os abalos provocados por uma pandemia desconhecida. Há cerca de cinco semanas, nós, brasileiros, começamos a sentir na pele os efeitos colaterais dessa guerra. E isso tem sido desafiador. Digo isso porque enquanto acompanhamos pela mídia o trabalho de autoridades políticas e médicas em busca de uma solução para o problema, temos de nos preocupar, antes de tudo, com a nossa saúde e, também, com nosso trabalho. Nesse aspecto, o isolamento social impôs aos líderes das empresas uma tarefa extremamente complexa: gerir à distância com eficiência, manter a equipe engajada, desenvolver estratégias de curto prazo para superar a crise e, no meio de tudo isso, administrar a nossa vida em casa. A mudança do nosso cotidiano, que com a quarenten

Pandemia afeta planejamento de aposentadoria dos segurados do INSS

Imagem
O planejamento de aposentadoria dos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está comprometida pela pandemia do coronavírus (Covid-19). De acordo com especialistas, as demissões e a redução dos salários dos trabalhadores na pandemia traz o risco da perda da qualidade de segurado, o que retira a cobertura de benefícios como o auxílio-doença, licença-maternidade, salário-família e pensão por morte. Além disso, as incertezas econômicas geradas no período podem gerar uma queda no número de contribuições para a Previdência Social no futuro breve. Conforme as regras do INSS, a qualidade não é perdida pelo segurado que recebe benefícios previdenciários como o auxílio-doença, a aposentadoria por invalidez e o auxílio-suplementar. No ano passado, a Lei 13.846 excluiu o auxílio-acidente da regra. Por sua vez, a qualidade é mantida por até 12 meses nos seguintes casos: término do benefício por incapacidade; último recolhimento realizado para o INSS após deixar de exercer ati