Parceria viabiliza coleta seletiva em condomínios

Coleta Seletiva em Condomínios

No Brasil, mais de 80% da população está concentrada nos centros urbanos e, só no estado de São Paulo um terço das pessoas vivem em condomínios. Pensando nesse cenário e seguindo o compromisso de fomento à conscientização socioambiental, a Tetra Pak anuncia a parceria no programa "Adote um condomínio", idealizado pelo Instituto Muda.

Com a iniciativa, cerca de 10 condomínios do centro expandido da cidade de São Paulo terão a coleta seletiva implementada, atingindo moradores de 1.000 apartamentos. Um piloto foi realizado durante o mês de julho no condomínio Acervo Alto de Pinheiros, o que contemplou 200 apartamentos e resultou na coleta de 4,67 toneladas de materiais recicláveis.

As ações contemplam capacitação online, durante a pandemia, sobre a importância da reciclagem - não só para os condôminos, mas para os profissionais que trabalham nos edifícios -, instalação de contêineres para o descarte correto dos resíduos recicláveis e destinação para a cooperativa Cooper Glicério, que recebe os materiais em formato de doação.

"Atuamos há mais de duas décadas para estimular a coleta seletiva e acreditamos que a educação ambiental em condomínios é uma frente importante para contribuir com uma transformação positiva para as pessoas e para o planeta. A iniciativa também é uma oportunidade de auxiliar os consumidores, uma vez que identificamos em uma pesquisa feita em 2019 pela Tetra Pak (Environment Research*) que 40% dos brasileiros associam a falta de informação como um dos grandes obstáculos para tornar seus hábitos mais sustentáveis", diz Valéria Michel, diretora de Sustentabilidade da Tetra Pak do Brasil e Cone Sul.


Passo a passo do projeto


A implementação do projeto acontece em condomínios que ainda não possuem a prática da coleta seletiva, e durante a primeira fase os moradores são convidados a participar da capacitação. Profissionais do Instituto Muda promovem conversas para esclarecer dúvidas sobre como reconhecer quais materiais são recicláveis e explicar que o processo de separação em casa é simples. A conversa também é realizada com os funcionários dos prédios, que também são fundamentais para o funcionamento do projeto.

Depois do treinamento, os prédios ganham contêineres - que são produzidos a partir de materiais reciclados das embalagens longa vida pós-consumo e são destinados para cooperativas parceiras. Os recipientes recebem os recicláveis e, a cada mês, o condomínio pode acompanhar a evolução do seu desempenho.

"Toda mudança conta. Além de serem instruídos sobre o poder da reciclagem, os condôminos serão os próximos disseminadores de informação. A parceria com a Tetra Pak demonstra o quanto a colaboração e o entendimento da responsabilidade compartilhada são o caminho para uma transformação socioambiental", salienta Alexandre Furlan Braz, diretor comercial do Instituto Muda.

Adicionalmente, ações voltadas para a conscientização ambiental e a importância de separar os resíduos recicláveis dentro de casa vêm sendo trabalhadas em uma campanha digital nos canais da Tetra Pak. Com a assinatura "Eu separo, você separa, nós reciclamos", o objetivo é reforçar a mensagem de que hábitos individuais fazem a diferença para movimentar o coletivo, beneficiando a cadeia de reciclagem. Para acompanhar os vídeos, acesse.


Referência:

1 - Estudo bianual realizado pela Tetra Pak em 15 países, mapeando tendências e percepções do consumidor contemporâneo com o intuito de reunir ideias para inovar a cadeia de forma sustentável. 7.500 pessoas foram escutadas - uma média de 500 por país. Essa é uma das formas que a Tetra Pak colabora com a indústria, elaborando formas e práticas sustentáveis para os negócios e colaborando com clientes, agregando oportunidades e insights de práticas sustentáveis. A amostragem ouviu participantes de 18 a 65 anos, identificando hábitos de consumo, oportunidades de mercado e desafios para a indústria.

Comentários