As belezas de Peruíbe como fonte de turismo

Peruíbe é uma cidade nova. Ela completou no dia 18 de fevereiro 54 anos de independência política e administrativa. Antes disso ela pertencia ao município de Itanhaém. Hoje faz divisa com as regiões norte e nordeste da cidade.

Ruínas do Abarebebê
Peruíbe possui registros históricos que datam desde a época do descobrimento e até antes. Podemos citar no interior do nosso município as Ruínas do Abarebebê que são consideradas uma das primeiras igrejas construídas no país, as Ruínas do Guarauzinho, cuja história ainda não foi muito bem desvendada pelos historiadores, sítios arqueológicos, com peças que podem ser vistas no Museu da Torre, vestígios do Homem do Sambaqui e restos de conchas que evidenciam que estes povos pré-históricos existiram onde hoje é Peruíbe.

Além de tudo isso, Peruíbe é muito rica em belezas naturais diversas, como as cachoeiras do Perequê, Paraíso, Praias do Barra do Una, Costão, Central, Guaraú, Arpoador e outras. Possui uma imensa região chamada de Zona Rural, que ainda precisa ser descoberta pelos próprios moradores. Lá estão localizados diversos sítios, pesqueiros e mais as Cachoeira do Rio do Ouro e o Poço Azul.

Praia do Guaraú
Peruíbe é também cercada por unidades de conservação, como o Parque Estadual da Serra do Mar, a Estação Ecológica da Jureia-Itatins, a APA - Cananéia, Iguape e Peruíbe, a Estação Ecológica dos Tupiniquins (ilhas do Guaraú e de Peruíbe), além da área de Relavante Interesse Ecológico - ÁRIE da ilha das cobras. Nesta última ilha está o maior serpentário natural do mundo, berço e também moradia da Jararaca Ilhoa, uma das cobras mais venenosas do planeta e que existem apenas na cidade.

Ilha do Guaraú vista da Prainha
Uma cidade rica em Ufologia, lendas, observação de pássaros, história e cultura e mais: a simpatia e hospitalidade dos moradores.

Márcio Ribeiro

Comentários