Parte da praia de Peruíbe deve sair das trevas


Apesar da atual administração municipal, a situação de Peruíbe parece que não vai ficar tão “preta” como vem aparentando. É que foi iniciada a nova iluminação da orla da praia,  que  promete  tirar  a parte nobre de Peruíbe da escuridão e dar mais segurança  para  todos  que  utilizam o local para lazer ou esportes.

Dos 32 quilômetros de praias, três serão contemplados com a instalação de 51 postes, além das praias do Costão e Guaraú, restando 29 quilômetros para uma outra etapa. Toda a iluminação será nova e vai abranger a faixa de areia e do jardim, já que haverá lâmpadas apontadas para ambos os lados.

Os postes antigos espalhados ao longo do Jardim não serão arrumados, e se não forem retirados, continuarão por lá, apagados e inúteis. Rita dos Santos é turista da capital e disse que já viu este tipo de iluminação em outra cidade. “Já  vi  este  tipo  de poste, clareia muito, é muito bom. Precisa ver se a prefeitura vai mesmo terminar a obra e como será feita a manutenção”.

Para a execução das obras, foram  tirados  os  postes  de concreto que estavam em frente ao “prédio redondo” e alguns leitores mandaram e-mail para a redação reclamando, alegando que os postes eram mais resistentes e estavam lá desde os primórdios de Peruíbe.

Outra preocupação recebida por e-mail foi o risco de segurança aos frequentadores da praia de Peruíbe. 

“Com  a  maresia,  os  fios  se deterioram com mais facilidade e ao entrar em contato com o metal do poste, pode dar um choque fatal para quem colocar a mão ali.”

Em resposta, a Prefeitura informou “que os postes de concretos também sofrem com a ação da maresia e que os novos postes metálicos recebem  tratamento  rigoroso, que garante maior durabilidade e o novo sistema de iluminação atende à norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas”.

O  prazo  para  a  finalização dos trabalhos é de cinco meses e vai custar aos cofres públicos o valor de R$ 1.702.304,82 .


Texto e Foto: Márcio Ribeiro

Comentários