Sua alma é livre para voar onde você quiser!


Antes de realizar esse salto de paraquedas, eu havia quebrado a perna, mais precisamente a tíbia, em um acidente de moto. Eu tinha comprado o ingresso do salto alguns dias antes do acidente. O salto era um sonho de criança. Quando crio coragem essa fatalidade acontece com o meu corpo, me impediu três meses de pisar no chão, sem sair de casa por conta da recuperação, quase fiquei sem poder andar como antes. O ingresso tinha validade de seis meses, então deu tempo de se recuperar e criar coragem de fazer esse salto radical, servindo de exemplo para outros que estão em dificuldade profissional, psicológica, financeira, física que é possível voar alto, mesmo em tempos de crise.

Eu já abandonei emprego para começar o próprio negócio. Já abandonei o próprio negócio para começar um novo emprego. A vida já me provou várias vezes que por mais que mude os destinos, as rotas dos caminhos, a jornada permanece a mesma, pois o que é importa é o seu propósito de vida.

Continue batendo suas asas, não pare de voar, sua alma é livre, você tem o poder, continua voando, mesmo contra o vento, somente não desista!


Texto: Lucas Galante

Comentários