Varejo é setor que mais contratou em abril



Um levantamento inédito realizado na última quinta-feira (27), pela Gupy, empresa líder em tecnologia para recursos humanos no Brasil, o setor com maior volume de contratações em abril foi o varejo, com um aumento de 19,42%. Logo na sequência, aparece a área da saúde, responsável por 10,21% das admissões no período. Em contrapartida, o estudo também indicou que o atacado teve queda e foi o que menos contratou, significando apenas 4% das contratações em abril.


"Embora os níveis de desemprego no Brasil permaneçam em alta, conseguimos ver um aumento de demandas em alguns setores importantes como o varejo e a saúde, essenciais nesta fase da pandemia em que estamos vivendo. No mesmo ranking, ainda aparecem segmentos como da tecnologia da informação e telecomunicações", explica Mariana Dias, CEO e cofundadora da Gupy.

A taxa de desocupação no Brasil ficou em 14,7% no trimestre encerrado em março, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados na manhã desta quinta-feira, 27, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Isso representa o recorde de 14,805 milhões de pessoas desempregadas. Em igual período de 2020, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua estava em 12,2%. No trimestre até fevereiro, a taxa de desocupação estava em 14,4%.

Ainda segundo o levantamento da Gupy, o agronegócio aparece na lista sendo responsável por 8,92% das contratações, mas o dado ainda é maior se comparado com o volume de março, quando o salto de vagas passa a ser de 399%.


Sobre a Gupy

A Gupy é a empresa líder em tecnologia para Recursos Humanos no Brasil, com 20 milhões de usuários cadastrados e mais de 60 mil posições publicadas mensalmente. Pioneira na utilização de Inteligência Artificial aplicada ao processo de Recrutamento e Seleção no país, a plataforma da Gupy oferece ferramentas para realizar desde o processo de recrutamento até a admissão das pessoas candidatas. Com clientes em 10 países, entre eles Ambev, GPA, Sicredi, Vivo, Cielo e Renner, já foi investida por fundos como a Canary, Yellow Venture, Maya Capital, Valor Capital e Oria Capital. Para mais informações acesse: https://www.gupy.io/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que os tubarões atacam seres humanos?

Não sou perigoso, me chamo Gildásio e preciso de sua ajuda!

Procrastinação com Qualidade