“É feexxxta meu amigo” : Peruíbe é um festival de obras paradas

 Peruíbe possui diversas obras paradas. Utilizamos o bordão do Amaury Jr. no título para confrontar com a mensagem do outdoor colocado no aniversário da cidade. 


 Mirante da Torre: Ótimo local para avistar o mar e toda a orla da praia. De lá, é possível visualizar as Unidades de Conservação existentes no município, como a Serra do Mar, as ilhas e a Juréia. Existia ali um espaço que abrigava um museu e também a torre de retransmissão de TV.
 Só que não: Vidros, paredes e portas quebrados. O local está todo destruído e abandonado pela administração municipal. 

 Ruínas do Abarebebê: Considerada uma das primeiras igrejas do país, o local faz parte da história viva do Brasil, pois ali diversos índios foram catequizados, graças a “valentia” dos padres da companhia de Jesus, com destaque para Leonardo Nunes e José de Anchieta.


 Só que não: O local está abandonado, não abre ao público, as escadarias podem cair com o turista, as obras de arte que existiam em uma pequena sala estão jogadas ao chão, com o José de Anchieta, uma miniatura de Caravela e todo o prédio em estado de penúria. 

 Chico Latim: Importante ponto de cultura da cidade. Ali os artistas expõem a sua música, dança e arte. Turistas desfrutam das diversas apresentações que acontecem no local, valorizando a sua estadia em Peruíbe. 
 Só que não: O local quase caiu na cabeça das pessoas e agora é um monte de ferro retorcido, feio, escuro e abandonado. Lembrando que a construção deste espaço, acabou com a única quadra esportiva da cidade, e que evitava que alguns jovens entrassem para o mundo das drogas. 

 Parque da cidade: Falando em esportes, Peruíbe construiu Complexo Esportivo na cidade. E olha que a coisa é fi na. Amplo, espaçoso, com quadras de esportes e piscina. Só não vai praticar esporte quem não quiser mesmo. 
Só que não: O local nunca funcionou. E com o abandono, vândalos invadiram o local e depredaram tudo. A cidade virou notícia nacional, envergonhando todos os trabalhadores honestos da Prefeitura Municipal e também de Peruíbe.

 Creche Antonio Novaes: Um dos bairros que mais crescem na cidade não poderia fi car sem uma creche, para dar tranquilidade às famílias e sossego as mamães que vão para o trabalho. A Prefeitura Municipal iniciou a construção de uma creche, ao lado da escola Antonio Novaes e a obra deve ser entregue logo em 2010, sim, 2010! 
 Só que não: A obra parou, não foi feito nada, não foi inaugurado, as crianças estão nas ruas, mamães que não podem trabalhar, prédio depredado e ainda dizem que a Prefeitura quer derrubar para construir tudo de novo.

 Orla da Praia: Mais uma obra que não aconteceu. Com uma saúde caótica e um festival de obras paradas, a Prefeitura anunciou que pretendia mexer em toda a orla da Praia Central, uma mega obra desnecessária. Não completou 15 anos da última reforma feita ali e até hoje os postes não acendem. Quem garante que uma obra que iria durar mais que quatro anos seria concluída pelo próximo prefeito municipal?

 Pronto socorro: O Pronto Socorro municipal, local onde também funcionava a maternidade, que por toda a vida atendeu a população de Peruíbe, foi fechado para reforma, pois a prefeitura alegou que ele estava velho, com um pouco mais que trinta anos. A reforma vai melhorar o atendimento, trazendo mais conforto à população de Peruíbe. 
Só que não: Um pouco mais de trinta anos é um prédio novo. Ninguém sai interditando prédios assim quando passa trinta anos. As mamães de Peruíbe estão desesperadas pois não sabem onde seus filhos vão nascer. Qualquer lugar que nasçam já não vai ser o desejado, já que a vontade era que eles nascessem em Peruíbe mesmo. Dizem até que algumas estão procurando parteiras. O pior é que não se vê muita movimentação lá pelos lados da Rua Alfredo Gomes...

 EMEIF Jardim Veneza: o primeiro contato social nosso com o mundo é na escola. E lá que fazemos amigos e ganhamos aprendizado para toda a vida. Só que não: algumas salas de aula, banheiros e a cozinha da escola está o interditados por conta da paralisação das obras da reforma no prédio escolar. 

 Veja o quadro a baixo, todas as ações prometidas no outdoor que tem a foto do Amaury Jr. fazendo propaganda da cidade.


  1. MAIS SEGURANÇA: ampliação da rede de monitoramento com a instalação de uma base avançada da guarda municipal, aquisição de novas viaturas e aumento do efetivo da GM.
  2. MAIS BARROS: investimentos na infraestrutura, como revitalização e limpeza das ruas.
  3. MAIS SAÚDE: construção de um novo hospital, para abrigar 100 leitos. Qualifi cação dos serviços da saúde 
  4. MAIS TURISMO: revitalização total da orla da praia, construção do mirante do Guaraú, da estrada do Guaraú e iluminação da faixa arenosa da orla com dois pontos para esporte náutico à noite.
  5. MAIS EDUCAÇÃO: sistema de ensino qualificado para toda a rede, entrega de kits e uniformes escolares, além de bonificação paga aos professores. Reforma e manutenção das unidades de ensino.
  6. MAIS LIMPEZA: mutirão de limpeza contínua de ruas, avenidas e valas. 
  7. MAIS SOCIAL: liberação recorde de 3 milhões de reais para custear os projetos entidades do terceiro setor do município. Criação de um programa para atender crianças, idosos, portadores de deficiência e dependentes químicos.
  8. MAIS LUZ: instalação de lâmpadas LED em 1200 pontos de luz.
  9. MAIS EMPREGOS: Alterações no Plano Diretor e no código de obras para impulsionar novos investimentos.
  10. MAIS TRANSPORTE: Redução de 23% no valor da tarifa do transporte municipal. A passagem foi de R$ 2,20 para R$ 1,70.
Nota: Esta matéria foi publicada na edição de novembro no Jornal BEM-TE-VI


Texto: Márcio Ribeiro
Fotos: Arquivo do Jornal BEM-TE-VI

Comentários